Limpeza de pele

Limpeza de pele: passo a passo e receitas caseiras Leave a comment

Limpeza de pele: passo a passo e receitas caseiras

Limpeza de pele
Photo by Lumin on Unsplash

Fazer limpeza de pele em casa é uma ótima forma de manter os cuidados diários e não gastar muito. No entanto, muitas das receitinhas que encontramos pela internet são perigosas, agridem e provocam manchas na pele

Por isso é importante confiar somente em fontes embasadas por dermatologistas ou estudos científicos.

No artigo de hoje você entenderá como fazer a limpeza de pele caseira, de forma segura e barata.

Vem com a gente ficar ainda mais bonita! 😉 

Os benefícios de uma limpeza de pele correta 

Os dermatologistas são unânimes: apenas lavar o rosto ou retirar a maquiagem com demaquilantes não é suficiente para desobstruir os poros. É preciso fazer uma boa limpeza de pele. 

Limpando corretamente os poros, reduzimos as impurezas que poderiam obstruí-los e provocar cravos e espinhas (os famosos comedões). Isso, porque, permitimos que a pele respire. 

Entre as impurezas, a poluição é a grande vilã: altera a qualidade do sebo natural da pele, altera a formação de microcomedões e piora os quadros de acne em peles oleosas. Tudo por meio dos radicais livres

Segundo Daniela Pimentel, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), existem diversos estudos mostrando que a poluição das grandes cidades também auxilia no envelhecimento precoce, na inflamação de acnes e aumento da oleosidade da pele

Resumindo, a limpeza de pele pode ser uma grande aliada para: 

  • Remover as impurezas e desobstruir os poros;
  • Facilitar a absorção de dermocosméticos e produtos tópicos;
  • Eliminar células mortas;
  • Controlar a oleosidade e acne;
  • Eliminar alguns fungos e bactérias;
  • Reduzir o envelhecimento precoce;
  • Deixar a pele com uma textura aveludada e macia. 

Produtos que não devem ser usados no rosto 

Pode parecer loucura, mas tem pessoas que utilizam até cola escolar para tentar remover cravos com mais facilidade. Esse e outros produtos, não são eficazes, agredindo ainda mais a pele. 

Confira alguns deles: 

1 – Máscara facial preta  

Elas são muito utilizadas para remover cravos, mas a verdade é que não funcionam tão bem. Isso, porque eles se estendem nas camadas internas da pele e só podem ser retirados por completo com uma limpeza de pele profunda, feita por esteticistas. 

Além disso, essas máscaras que “colam” na pele e são removidas puxando, podem provocar flacidez e lesões — assim como as ceras de depilação. 

Como enfatizado pelo esteticista Andy Millward, membro da Associação Britânica de Terapia de Beleza e Cosmetologia

“Esse tipo de máscara literalmente rasga a camada mais superficial da pele, leva a penugem facial junto e remove os filamentos sebáceos, necessários para garantir  um equilíbrio cutâneo saudável.” 

2 – Cola branca 

Pode parecer um absurdo, mas muitas pessoas, principalmente adolescentes, usam a cola branca (sim, aquela escolar) para fazer máscaras faciais caseiras, como a de carvão em pó e essência de menta. Nunca faça isso! 

3 – Limão 

O limão possui a chamada furocumarina, uma substância fotossensibilizadora que é absorvida pela pele e estimula a produção de melanina. Se exposta ao sol, provoca manchas e até queimaduras

4 – Água oxigenada 

Ela é recomendada apenas para tratar machucados e feridas em outras regiões do corpo, mas muitas pessoas usam como um limpador facial. Da mesma forma que o limão, altera o ph da pele e provoca sensibilidade à luz e manchas.

5 – Sabonete comum 

Um único sabonete não consegue suprir todas as necessidades da sua pele, pois cada área do corpo possui particularidades. Invista em sabonetes faciais específicos para o seu tipo de pele, como os líquidos, em mousse ou em barra. 

O passo a passo da limpeza de pele caseira 

Antes de começarmos, é importante lembrar que na limpeza de pele caseira não é feita a remoção de cravos, apenas a esfoliação sutil para promover a renovação celular. A extração deve ser feita por um profissional esteticista.  

1º passo: higienização 

Tome um banho bem quentinho, mas sem exagerar — a água quente pode agredir a pele. Usando um sabonete facial específico, lave o rosto com movimentos circulares e enxague em seguida. O vapor do banho vai começar a abrir os poros. 

2º passo: óleos essenciais

Logo após o banho, aplique uma gotinha (bem pouco) de algum óleo adequado para o seu tipo de pele: 

  • Pele oleosa ou acneica: óleo essencial de alecrim com função bactericida, ou de coco;
  • Pele seca ou mista: óleo de rosa mosqueta ou óleo de coco, para devolver a hidratação. 

3º passo: umedecer a pele

Depois de deixar os óleos na pele por cerca de 5 minutos, mergulhe uma toalha em água morna para que ela fique úmida (não é para encharcar, heim!) e coloque sob o rosto, deixando agir por mais 5 minutos. Esse processo abrirá os poros e facilitará a desobstrução natural

4º passo: esfoliação

Essa é a hora de correr na despensa ou na geladeira para descobrir o que você tem a disposição para fazer uma bela esfoliação. O procedimento pode ser feito com: 

  • Farinha de milho ou fubá 
  • Açúcar tradicional
  • Borra de café 
  • Farinha de aveia
  • Argila
  • Pó de arroz ou farinha de arroz 
  • Bucha vegetal 

Podem ser usados diretamente na pele molhada, em movimentos circulares e bem leves, ou misturados ao sabonete facial, lavando o rosto logo em seguida. 

É importante esfoliar o rosto, pescoço e colo. 

Quer potencializar a sua misturinha? Use mel, banana e mamão. Confira no vídeo algumas outras receitinhas de esfoliantes caseiros para a limpeza de pele

5º passo: hidratação e proteção

Para acalmar a pele, finalize aplicando água termal ou chá de camomila gelado nas regiões esfoliadas. Em seguida, hidrate com um sérum, fluido ou creme (conforme o seu tipo de pele). 

Ah, também é importante aplicar o protetor solar após a limpeza de pele

Há contraindicações? Qual a frequência ideal?   

Somente em peles mais sensíveis a limpeza de pele é contraindicada, como as que possuem dermatites ou acne avançada. 

Em relação à frequência, dependerá das necessidades da sua pele. Mas no geral, é feita a recomendação de uma esfoliação bem levinha uma vez por semana

Não se esqueça: consulte sempre o seu dermatologista e nada de sair aplicando no rosto qualquer produto. Pesquise bem antes de escolher quais irá usar na limpeza de pele. 

Quer conhecer outras formas de cuidar da sua pele? Não deixe de conferir:

Vitamina C: os mitos e as verdades por trás do nutriente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SHOPPING CART

close